Venha ser uma Irmã Paulina!

SER MADRE PAULINA É APAIXONAR-SE POR JESUS CRISTO MESTRE CAMINHO, VERDADE E VIDA. VIVER COM JESUS, EM JESUS E POR JESUS E ANUNCIÁ-LO COMO O APÓSTOLO SÃO PAULO A TODOS OS POVOS COM A FORÇA DOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL.

JOVEM! Venha ser uma Irmã Paulina!

Coloque a vida, os dons, a mente, vontade e coração a serviço de Jesus Cristo Mestre Caminho, Verdade e Vida com amor.






Bíblia

EXPERIÊNCIA DA LEITURA ORANTE DA PALAVRA
ORGANIZADA POR IRMÃ MARLISE,FSP

QUEM SÃO AS IRMÃS PAULINAS?

As Irmãs Paulinas são mulheres consagradas a Deus na congregação religiosa das Filhas de São Paulo. Dedicam as suas vidas ao serviço do Evangelho e do povo, como apóstolas no mundo das comunicações. Portanto, as Irmãs Paulinas são Missionárias da Palavra.

Jovem!

Qual é a sua vocação? Quer seguir Jesus Cristo mais de perto, consagrando-se inteiramente ao Senhor. Entre em contacto com: marlisefsp@gmail.com ou vocacionalpaulinas.ang@gmail.com

E para aprofundar a sua vocação, e conhecer em profundidade o apóstolo São Paulo, sugiro que faça uma vez por semana a experiência da Leitura Orante da Palavra sobre o livro dos Atos dos Apóstolos.

O que provoca a experiência da Leitura Orante da Palavra em nossas vidas?
Palavra não volta sem ter produzido o seu efeito” - Is 55,10-11 –

Como chegar ao coração? – Experimentar a Palavra de Deus.

Como Experimentar? Pelo Método da Leitura Orante da Bíblia

Para quê?

• Para entrar na dimensão Espiritual,

• Me encontrar com Deus,

• Me deixar transformar por ele.

• Chegar ao coração.

• Viver pela força da Palavra de Deus. Experimentar a Deus Santo no nosso coração.

São Paulo diz: “Recebei ainda o capacete da salvação e a espada do Espírito, isto é, a palavra de Deus”(Ef 6,17)

A Palavra de Deus é para crer e não só para conhecer. ( cf Jo 20,30-31)

Passos da Experiência da Leitura Orante da Palavra

1º) LEITURA – O QUE DIZ A PALAVRA PROCLAMA EM SI? É penetrar com a mente e o coração na Palavra. Leitura gratuita, gastar tempo com o texto, gostar da Palavra. Imaginar a cena, os personagens.

2º) MEDITAÇÃO – O QUE ME DIZ A PALAVRA? DIZ PARA NÓS? É fazer a meditação. Ruminar, actualizar, dialogar. Isto é aplicar a Palavra à nossa realidade.

3º) ORAÇÃO – O QUE ESTA PALAVRA ME FAZ DIZER A DEUS? Suplicar, louvar, recitar. É admiração silenciosa e adoração do Senhor que brota da nossa resposta à Palavra de Deus. “É assim que também o Espírito vem em auxílio da nossa fraqueza, pois não sabemos o que havemos de pedir, para rezarmos como deve ser; mas o próprio Espírito intercede por nós com gemidos inefáveis.”Rm 8,26 A Palavra suscita uma intensa oração, pois nos ajuda a espalhar a leitura pelas diversas horas do dia.

4º) CONTEMPLAÇÃO - A Palavra leva-me ao encontro do Senhor, pela Palavra trabalho com a imaginação. Aqui entra a Graça de Deus e a acção de Graças. É o momento em que perguntamos a Jesus o que Ele sentiu, conversamos com todos os personagens. O que fica nos olhos, no coração e na vida.

5º) ACÇÃO – O que a Palavra de Deus transforma em minha vida. Que a Palavra de Deus passe da cabeça ao coração. Que o coração se faça mãos e pés para agir.

Porque decidimos mergulhar no livro dos Actos dos Apóstolos? Em primeiro lugar, porque o Agente central dos Actos dos Apóstolos é o Espírito Santo que move a experiências das primeiras comunidades cristãs. Os Actos começam com a Ascensão de Jesus e todos recebemos o envio: “Ides receber uma força, a do Espírito Santo, que descerá sobre vós, e sereis minhas testemunhas em Jerusalém, por toda a Judeia e Samaria e até aos confins do mundo” (Act 1,8). Em segundo lugar, porque o Espírito Santo continua hoje a agir. É só dar espaço para Ele agir em nós. Ele agirá através dessa experiência da Leitura Orante nas comunidades de nossa Paróquia.

“AI DE MIM SE NÃO EVANGELIZAR” 1Cor. 9,16

INÍCIO DAS 49 EXPERIÊNCIAS DA LEITURA ORANTE DA PALAVRA PARA FAZER UMA VEZ POR SEMANA


ACOLHIDA,

MOTIVAÇÃO E ORAÇÃO INICIAL PARA CADA EXPERIÊNCIA


Acolhida dos dois discípulos Ananias: Acolher os membros da comunidade com alegria, colocar uma música religiosa, preparar uma mesa, colocar em destaque a Palavra de Deus, uma vela, uma flor e dar as boas vindas, numa atitude de calorosa acolhida, às 15 pessoas que integram esta comunidade Paulina.



Motivação

O Discípulo Ananias inicia a oração e diz, nossa comunidade Paulina … (dizer o nome da sua comunidade) da Leitura Orante da Palavra está feliz por estar aqui reunida a ler, meditar, rezar, contemplar e comprometer-se com a Palavra do Senhor. Neste momento deixamos tudo: televisão, amigos, familiares, trabalhos, preocupações para encher-nos de Deus, perceber as necessidades de nossos irmãos(ãs) e comprometer-nos a Evangelizar. Invoquemos o Espírito Santo de Deus para que Ele desça sobre nós, aqueça o nosso coração, nos abra à Palavra e nos torne dóceis a ela.



Todos cantam: Um hino ao Espírito Santo



Rezemos juntos a Oração a São Paulo

Ó São Paulo tu disseste: “Fiz-me tudo para todos”, para levar a todos a Boa Nova da Salvação, desperta em mim esse ardente desejo missionário! Dá-me a coragem de “Lançar-me para frente”, com renovado ardor e entrega total a Jesus Cristo, que é o Caminho, a Verdade e a Vida. Intercede por mim Ó Grande Apóstolo Paulo, para que seguindo teu exemplo, eu possa dizer: “Já não sou eu que vivo, é Cristo que vive em mim!” Fazei de mim um(a) grande apóstolo(a) e irradiador(a) do Mestre Divino através de minha vida, usando com amor e fé todos os meios de comunicação! Rogai por mim, Ó Santo Apóstolo Paulo! Amem. Pai Nosso… Ave Maria… Glória ao Pai



Hino do projecto Paróquia em Missão: Frei Moisés Lucondo



Cristão sou, vou, ou levar, a mensagem de Cristo (2X)

Ai de mim de não evangelizar (2X)



Ananias sou, vou ou levar, a mensagem de Cristo (2X)

Ai de mim, se não evangelizar (2X)



Comunidade sou, vou ou levar, a mensagem de Cristo (2X)

Ai de mim, se não evangelizar (2X)

ORAÇÃO FINAL

E BÊNÇÃO DO ENVIO PARA CADA EXPERIÊNCIA

JUNTOS: ORAÇÃO

Jesus Mestre, agradeço-vos pelas luzes que nos concedestes nesta Leitura Orante da Palavra. Perdoai-nos pelos limites que nos impediram de fazê-la melhor. Gratidão pela vossa presença e vosso amor nas nossas vidas. Ofereço-vos o compromisso que assumimos e que esperamos viver com a vossa graça. Queremos viver sempre guiados pela vossa Palavra, na comunhão, reconciliação e evangelização como o Apóstolo São Paulo. São Paulo Apóstolo, rogai por nós.

CANTO JUNTOS: Paulo, Paulo – Pe. Zézinho – CD - Grupo Chamas Faixa 8

Paulo, Paulo porque me persegues? / Quem és Tu, Senhor? Paulo, Paulo porque não me segues? / Quem és Tu Senhor?

Eu sou Jesus e já te escolhi / Pra me anunciares pelo mundo inteiro / Serás meu mensageiro! / Serás meu mensageiro!

Paulo, Paulo ouve a minha Palavra! / Quem és Tu Senhor? / Paulo, Paulo, ouve a minha mensagem / Quem és Tu Senhor?

Eu sou Jesus e não vai adiantar / Querer calar meu sangue derramado / Serás meu aliado! Serás meu aliado.

Paulo, Paulo de alma irrequieta / Quem és Tu Senhor? / Paulo, Paulo serás meu profeta / Quem és Tu Senhor?

Eu sou Jesus e já te escolhi / Para levares a minha mensagem / Eu te darei coragem! Eu te darei coragem!


BÊNÇÃO DO ENVIO

São Paulo que nos acompanhou nesta Leitura Orante nos ajude a viver o que reflectimos. T. Amem

Que o Pai, o Filho e o Espírito Santo nos ajudem a ser uma comunidade missionária, cheia de fé, esperança e amor. T. Amem

Que o Senhor Deus nos abençoe, nos guarde, encaminhe nossos passos para o bem e nos acompanhe sempre. T. Amém

Que a graça e a paz de Nosso Senhor Jesus Cristo esteja sempre connosco. Boa Noite a todos, até a próxima semana neste mesmo dia, local e horário

1ª) EXPERIÊNCIA DA LEITURA ORANTE DA PALAVRA

Leitura Orante de Actos 1,1-11

Tema: FOI ELEVADO

Acolhidas dos dois Discípulos Ananias

Oração inicial

Todos cantam um hino ao Espírito Santo

Rezemos juntos a oração a São Paulo

Abrir a Bíblia para Leitura Orante de Actos 1,1-11


1º) LEITURA – O QUE DIZ A PALAVRA PROCLAMADA EM SI? Ler pausadamente.

• 3 Leituras: Um Leitor. Outro Leitor. Ler por versículo.

• Descobrir os personagens.

• O que perguntaram a Jesus?

• Qual foi a ordem e a instrução que Jesus deu aos Apóstolos?

• Que fez o Espírito Santo na vida desses homens? (1,8)

• Qual a missão que receberam?

• O que acontece com Jesus (1,9) O que aconteceu com os Discípulos (1,10)

• O que dizem os homens vestidos de branco? (1,11)

• Fazer eco da Palavra, repetindo a frase ou palavra que mais chamou a atenção, que mais tocou na mente e no coração mesmo que outra pessoa já tenha dito. .

• Em coro a comunidade repete a mesma Palavra que foi dita pelo irmão, pela irmã.

• Fechar a Bíblia e recontar esta Palavra. (Depois de recontá-la abrir a Palavra para entrar no 2º passo que é a meditação)

Abrir a Bíblia para Leitura Orante de Actos 1,1-11

2ª MEDITAÇĂO = O QUE ME DIZ ESTA PALAVRA? O QUE ELA DIZ PARA NÓS? (É o momento da partilha, importante que todos partilhem, contem sua experiência)

• O que me chamou a atenção nesta Palavra?

• Quem dá testemunho, o que o caracteriza?

• Eu acredito que Jesus subiu ao céu?

• Acredito que também eu como Jesus Ressuscitarei e voltarei ao pai de onde vim?

3º ) ORAÇÃO: O QUE A PALAVRA NOS FAZ DIZER A DEUS?

(Todos em pé, de mãos dadas e em círculo, o Discípulo Ananias a explicar bem este momento, concentrarem-se e iniciar as orações)

Fazer orações dirigidas directamente a Deus, a Jesus, ao Espírito Santo falar com um deles contar-lhe o que sente, o que deseja, o que quer. Que este momento não seja um comentário para os outros, mas um diálogo tu a tu, que seja uma conversa.

• O que respondo a Deus? O que digo a Deus? O que tenho em meu coração? O que eu gostaria de dizer-lhe? Por exemplo: Senhor Jesus dou-te graças por… Senhor, eu te peço… Senhor, ajuda-me…

4ª) CONTEMPLAÇÃO: O QUE FICOU DA PALAVRA NOS MEUS OLHOS, NO CORAÇÃO E NA VIDA?

(O Discípulo Ananias bem concentrado conduz a contemplação, se possível, a comunidade coloque-se de joelhos, ou fique sentada com os olhos fechados)

• Em silêncio: Usar a imaginação, visualizar a cena, olhar para Jesus que se despede dos seus discípulos e lhes dá uma missão. Converse com Jesus sobre o que ficou nos teus olhos e no teu coração, desta Palavra ouvida, meditada, rezada e contemplada.

• Senhor Jesus, tem coisas que não chegamos a entender: Como posso viver como ressuscitado? O que muda dentro de mim, o que muda dentro de nós?

• Jesus, o que fizeste durante estes 40 dias antes da tua ascensão?

• Senhor, Tu falavas muito com o Espírito Santo, comunicavas o que ele ia fazer com os teus discípulos?

• Senhor Jesus, como a teus discípulos, também dá a nós o teu Espírito, para que possamos ser tuas testemunhas em nossas famílias, em nossa paróquia, em nossa cidade e seguir-te com toda a nossa vida, dando tudo de nós. Dá-nos Senhor o teu Espírito.

• Jesus, Tu pedias aos teus discípulos serem testemunhas tuas, que levassem a boa nova aos confins do mundo. Hoje Jesus, que queres de mim? Que me pedes? Que esperas de mim?

• Senhor Jesus, estou disponível para seguir os teus passos.

5º) ACÇÃO – O QUE A PALAVRA DE DEUS TRANSFORMA EM MINHA VIDA? AGORA, O QUE VOU FAZER PARA QUE A PALAVRA PASSE DA CABEÇA AO CORAÇÃO? PARA QUE O CORAÇÃO SE FAÇA MÃOS E PÉS PARA AGIR?

• Assumir uma atitude para viver esta Palavra durante esta semana. O que vamos fazer de concreto?

Oração final, canto e bênção do envio
“AI DE MIM SE NÃO EVANGELIZAR” 1Cor. 9,16


2ª) EXPERIÊNCIA DA LEITURA ORANTE DA PALAVRA

Leitura Orante de Actos 2,1-13

Tema: PLENOS DO ESPÍRITO SANTO

Acolhidas dos dois Discípulos Ananias

Oração inicial

Todos cantam um hino ao Espírito Santo

Rezemos juntos a oração a São Paulo

Abrir a Bíblia para Leitura Orante de Actos 2,1-13

1º) LEITURA – O QUE DIZ A PALAVRA PROCLAMADA EM SI? Ler pausadamente.

• 3 Leituras: Um Leitor. Outro Leitor. Ler por versículo espontaneamente.

• Descobrir os personagens, descobrir o nome dos povos que aparecem.

• De que trata esta passagem? O que acontece com os Discípulos?

• Que manifestações teve o Espírito Santo?

• Como sentiram a sua presença? Que sentido tem o vento e o fogo?

• Quais foram as manifestações que tiveram os discípulos depois de receber o Espírito Santo? Que aconteceu com eles? Como actuaram?

• Fazer eco da Palavra, repetindo a frase ou palavra que mais chamou a atenção, que mais tocou na mente e no coração mesmo que outra pessoa já tenha dito. .

• Em coro a comunidade repete a mesma Palavra que foi dita pelo irmão, pela irmã.

• Fechar a Bíblia e recontar esta Palavra. (Depois de recontá-la abrir a Palavra para entrar no 2º passo que é a meditação)

2ª MEDITAÇĂO = O QUE ME DIZ ESTA PALAVRA? O QUE ELA DIZ PARA NÓS? (É o momento da partilha, importante que todos partilhem, contem sua experiência)

• O que me chamou a atenção nesta Palavra?

• Hoje, o que podemos fazer para sermos repletos do Espírito Santo?

• Que atitudes podemos ter?

• Hoje, como actua o Espírito em nossa vida?

3º ) ORAÇÃO: O QUE A PALAVRA NOS FAZ DIZER A DEUS?

(Todos em pé, de mãos dadas e em círculo, o Discípulo Ananias explicar bem este momento, concentrarem-se e iniciar as orações)

Fazer orações dirigidas directamente a Deus, a Jesus, ao Espírito Santo falar com um deles contar-lhe o que sente, o que deseja, o que quer. Que este momento não seja um comentário para os outros, mas um diálogo tu a tu, que seja uma conversa. O que respondo a Deus? O que digo a Deus? O que tenho em meu coração? O que eu gostaria de dizer-lhe? Por exemplo: Senhor Jesus dou-te graças por… Senhor, eu te peço… Senhor, ajuda-me…

• O Discípulo Ananias faz com fé esta oração: “Senhor, enche-nos de Teu Espírito para: Viver o Evangelho. Seguir-Vos. Anunciar a Vossa Palavra. Dar o Vosso Testemunho. Amar como Vós. Dar nossa vida por Vós. Perdoar como Vós, Senhor. Construir o Reino. Ajudar a servir como Vós. Actuar e viver como Vós.”

4ª) CONTEMPLAÇÃO: O QUE FICOU DA PALAVRA NOS MEUS OLHOS, NO CORAÇÃO E NA VIDA?

(O Discípulo Ananias bem concentrado conduz a contemplação, se possível, a comunidade coloque-se de joelhos, ou fique sentada com os olhos fechados)

• Em silêncio, Usar a imaginação, visualizar a cena, ver a acção do Espírito Santo, colocar-se ao lado dos discípulos e ver as manifestações de Deus através do Espírito. Olhar os discípulos, ver como actuaram, que faziam, que sentiam, procurar ver o que mudou nas suas vidas. Acompanhar a Jesus, ver como actuou o Espírito Santo vindo sobre os discípulos. Conversar em silêncio e com a imaginação com Jesus e depois com o Espírito Santo:

• Senhor Jesus, Tu tinhas falado muito do teu Espírito Santo, tinham dito que ele viria, que seria a tua memória, que ele nos recordaria tudo o que tinhas ensinado…

• Senhor Jesus, João Baptista havia dito que Tu baptizaria com o fogo e o Espírito Santo. Desejo Jesus sentir esse fogo e o Espírito em minha vida….

• Jesus, quando aconteceu o Pentecostes estavas lá?.... O que sentiste quando viste a transformação dos teus Discípulos?...

• Jesus, o que se passou em teu coração quando os viste cheios do Espírito Santo a dar testemunho de Ti?....

• Espírito Santo, quando actuas num cristão, num discípulo, como te sentes?.... Como te relacionas com os que crêem em Ti?.... Obrigado Jesus, Obrigado Espírito Santo por este momento.

5º) ACÇÃO – O QUE A PALAVRA DE DEUS TRANSFORMA EM MINHA VIDA? AGORA, O QUE VOU FAZER PARA QUE A PALAVRA PASSE DA CABEÇA AO CORAÇÃO? PARA QUE O CORAÇÃO SE FAÇA MÃOS E PÉS PARA AGIR?

• Assumir uma atitude para viver esta Palavra durante esta semana. O que vamos fazer de concreto?

Oração final, canto e bênção do envio

“AI DE MIM SE NÃO EVANGELIZAR” 1Cor. 9,16

3ª) EXPERIÊNCIA DA LEITURA ORANTE DA PALAVRA

Leitura Orante de Actos 2,14-41

Tema: PEDRO, PLENO DO ESPÍRITO SANTO

Acolhidas dos dois Discípulos Ananias

Oração inicial

Todos cantam um hino ao Espírito Santo

Rezemos juntos a oração a São Paulo


Abrir a Bíblia para Leitura Orante de Actos 2,14-41


1º) LEITURA – O QUE DIZ A PALAVRA PROCLAMADA EM SI? Ler pausadamente.

• 3 Leituras: Um Leitor. Outro Leitor. Ler por versículo espontaneamente.

• Descobrir os profetas que aparecem e os personagens.

• De que trata esta passagem? Qual é o tema?

• Quais são as palavras do Discurso em 2,17-21; 25-28; 34-35

• Fazer eco da Palavra, repetindo a frase ou palavra que mais chamou a atenção, que mais tocou na mente e no coração mesmo que outra pessoa já tenha dito. .

• Em coro a comunidade repete a mesma Palavra que foi dita pelo irmão, pela irmã.

• Fechar a Bíblia e recontar esta Palavra. (Depois de recontá-la abrir a Palavra para entrar no 2º passo que é a meditação)

2ª MEDITAÇĂO = O QUE ME DIZ ESTA PALAVRA? O QUE ELA DIZ PARA NÓS? (É o momento da partilha, importante que todos partilhem, contem sua experiência)

• O que me chamou a atenção nesta Palavra?

• Que mensagem nos deixa? A que nos compromete? Em que nos ajuda a crer mais em Jesus?

• Hoje, o que fazer para tocar o coração dos homens e das mulheres? Como falar e de que falar? Hoje, o que eu vou fazer para viver esta Palavra.

3º ) ORAÇÃO: O QUE A PALAVRA NOS FAZ DIZER A DEUS?

(Todos em pé, de mãos dadas e em círculo, o Discípulo Ananias explicar bem este momento, concentrarem-se e iniciar as orações)

Fazer orações dirigidas directamente a Deus, a Jesus, ao Espírito Santo falar com um deles contar-lhe o que sente, o que deseja, o que quer. Que este momento não seja um comentário para os outros, mas um diálogo tu a tu, que seja uma conversa. O que respondo a Deus? O que digo a Deus? O que tenho em meu coração? O que eu gostaria de dizer-lhe? Por exemplo: Senhor Jesus dou-te graças por… Senhor, eu te peço… Senhor, ajuda-me…

• O Discípulo Ananias faz com fé esta oração: “Senhor Jesus, Tu és o Senhor e o Cristo, por isso Tu tens Palavras de Vida Eterna. És o Caminho, a Verdade e a Vida.. És a vida verdadeira. És nosso Salvador. Nos dás a vida em abundância. Tu estás vivo. Tu nos convidas a seguir-te. Tu nos revelas o Pai. De tanto amor dás a vida pelos outros. Cremos em Ti”.

4ª) CONTEMPLAÇÃO: O QUE FICOU DA PALAVRA NOS MEUS OLHOS, NO CORAÇÃO E NA VIDA?

(O Discípulo Ananias bem concentrado conduz a contemplação, se possível, a comunidade coloque-se de joelhos, ou fique sentada com os olhos fechados)

• Em silêncio: Usar a imaginação, visualizar a cena, olhar para Pedro, concentrar-se nele, ver suas atitudes, os seus sentimentos, suas motivações, conhecê-lo por dentro, ver sua coragem, sua decisão, olhar para seus olhos e o seu coração, ver a transformação que teve.

• PEDRO, o que te levou a falar? Tu sempre falavas, muitas vezes de forma inoportuna, porém desta vez te saíste muito bem. Como foi isso? Te sentiste impulsionado, sentiste algo diferente? O que?....

• Sabias o que ias dizer, ou saiu do teu coração?...

• É muito lindo ver tudo o que dizes de Jesus. O que mudou na tua vida desde a primeira vez que disseste que Jesus era o Cristo? O que sucedeu em Ti desde aquele momento?...

• Para ti Pedro, o que significa Jesus é o Senhor e Cristo?...

5º) ACÇÃO – O QUE A PALAVRA DE DEUS TRANSFORMA EM MINHA VIDA? AGORA, O QUE VOU FAZER PARA QUE A PALAVRA PASSE DA CABEÇA AO CORAÇÃO? PARA QUE O CORAÇÃO SE FAÇA MÃOS E PÉS PARA AGIR?

• Assumir uma atitude para viver esta Palavra durante esta semana. O que vamos fazer de concreto?

Oração final, canto e bênção do envio (Ver pág. 17)

“AI DE MIM SE NÃO EVANGELIZAR” 1Cor. 9,16

4ª) EXPERIÊNCIA DA LEITURA ORANTE DA PALAVRA

Leitura Orante de Actos 2,42-47

Tema: A VIDA ESPIRITUAL DAS PRIMEIRAS COMUNIDADES

ACOLHIDA, MOTIVAÇÃO E ORAÇÃO A SÃO PAULO

Abrir a Bíblia para Leitura Orante de Actos 2,42-47



1º) LEITURA – O QUE DIZ A PALAVRA PROCLAMADA EM SI? Ler pausadamente.

• Um Leitor. Leitura dialogada. Ler por versículo.

• Descobrir os personagens, preparar uma encenação dessa Palavra e representá-la.

• Quais eram as características das primeiras comunidades?

• Nestas comunidades para que conviver? Porque partir o Pão? Porque fazer orações? Com que finalidade? Qual era o espírito que as animava?

• Fazer eco da Palavra, repetindo a frase ou palavra que mais chamou a atenção, que mais tocou na mente e no coração mesmo que outra pessoa já tenha dito. .

• Em coro a comunidade repete a mesma Palavra que foi dita pelo irmão, pela irmã.

• Fechar a Bíblia e recontar essa Palavra. (Depois de recontá-la abrir a Palavra para entrar no 2º passo que é a meditação)



2ª MEDITAÇĂO = O QUE ME DIZ ESTA PALAVRA? O QUE ELA DIZ PARA NÓS? (É o momento da partilha, importante que todos partilhem, contem sua experiência)

• Que mensagem nos deixam as primeiras comunidades cristãs?

• Hoje, o que deveríamos fazer para viver em nossas comunidades tendo um só coração e uma só alma?



3º ) ORAÇÃO: O QUE A PALAVRA NOS FAZ DIZER A DEUS?

(Todos em pé, de mãos dadas e em círculo, o Discípulo Ananias explicar bem esse momento, concentrarem-se e iniciar as orações)

Fazer orações dirigidas directamente a Deus Pai, a Jesus, ao Espírito Santo falar com um deles contar-lhe o que sente, o que deseja. Que este momento não seja um comentário para os outros, mas um diálogo tu a tu. Por exemplo: Senhor Jesus Vos dou graças por… Senhor, eu Vos peço… Senhor, ajudai-me…



4ª) CONTEMPLAÇÃO: O QUE FICOU DA PALAVRA NOS MEUS OLHOS, NO CORAÇÃO E NA VIDA?

(O Discípulo Ananias bem concentrado conduz a contemplação, se possível, a comunidade coloque-se de joelhos, ou fique sentado com os olhos fechados)

• Em silêncio: Usar a imaginação, visualizar a cena, participar de uma dessas comunidades, ser mais um integrante. Sentir a fraternidade e a união que reina entre eles. Conhecer esses primeiros cristãos. Interrogá-los como vivem a sua fé, o que sentem e o que fazem.

• Senhor Jesus, ao olhar estas comunidades o que quereis de nós?

• Jesus, como chegar a esse ideal que elas vivem? Que fazer para viver assim? Qual é o segredo?

• Jesus, quando muitos não vivem como gostaríeis, quando não conseguimos que nossos grupos e nossas comunidades cheguem a um só coração e uma só alma, quando na verdade há dificuldades de relacionamento entre nós. O que fazer para mudar e deixar tudo aquilo que não corresponde ao vosso projecto? Ajudai-nos a purificar-nos, ajudai-nos a viver como Vós quereis.

• Jesus que quereis de mim? Como quereis que eu viva para tornar realidade essa comunidade que Vós esperais. Que devo fazer para que actueis por meio de mim?



5º) ACÇÃO – O QUE A PALAVRA DE DEUS TRANSFORMA EM MINHA VIDA? AGORA, O QUE VOU FAZER PARA QUE A PALAVRA PASSE DA CABEÇA AO CORAÇÃO? PARA QUE O CORAÇÃO SE FAÇA MÃOS E PÉS PARA AGIR?

• Assumir uma atitude para viver esta Palavra durante esta semana. O que vamos fazer de concreto?



Oração final, canto e bênção do envio


“AI DE MIM SE NÃO EVANGELIZAR” 1Cor. 9,16

5ª) EXPERIÊNCIA DA LEITURA ORANTE DA PALAVRA

Leitura Orante de Actos 3,1-26

Tema: OURO E PRATA EU NÃO TENHO

ACOLHIDA, MOTIVAÇÃO E ORAÇÃO A SÃO PAULO

Abrir a Bíblia para Leitura Orante de Actos 3,1-26

1º) LEITURA – O QUE DIZ A PALAVRA PROCLAMADA EM SI? Ler pausadamente.

• 3 Leituras: Um Leitor. Outro Leitor. Ler por versículo espontaneamente.

• Descobrir os personagens, preparar uma encenação da Palavra e representá-la

• Fazer eco da Palavra, repetindo a frase ou palavra que mais chamou a atenção, que mais tocou na mente e no coração mesmo que outra pessoa já tenha dito. .

• Em coro a comunidade repete a mesma Palavra que foi dita pelo irmão, pela irmã.

• Fechar a Bíblia e recontar essa Palavra. (Depois de recontá-la abrir a Palavra para entrar no 2º passo que é a meditação)

2ª MEDITAÇĂO = O QUE ME DIZ ESTA PALAVRA? O QUE ELA DIZ PARA NÓS? (É o momento da partilha, importante que todos partilhem, contem sua experiência)

• O que me chamou a atenção nesta Palavra?

• Que impressão me causou essa Palavra?

• Hoje, nós crentes, como Pedro e João, não temos ouro, nem prata. Então: O que podemos dar? O que temos para dar aos demais? O que necesitam os homens e as mulheres de hoje? Qual deve ser a mensagem que nós devemos transmitir? Qual é a boa nova para os homens de hoje?

3º ) ORAÇÃO: O QUE A PALAVRA NOS FAZ DIZER A DEUS?

(Todos em pé, de mãos dadas e em círculo, o Discípulo Ananias explicar bem este momento, concentrarem-se e iniciar as orações)

Fazer orações dirigidas directamente a Deus, a Jesus, ao Espírito Santo falar com um deles contar-lhe o que sente, o que deseja, o que quer. Que este momento não seja um comentário para os outros, mas um diálogo tu a tu, que seja uma conversa. O que respondo a Deus? O que digo a Deus? O que tenho em meu coração? O que eu gostaria de dizer-lhe? Por exemplo: Senhor Jesus dou-te graças por… Senhor, eu te peço… Senhor, ajuda-me…

• O Discípulo Ananias faz com fé essa oração: “Senhor Jesus, ouro e prata eu não tenho, porém: te dou o Evangelho. Te levo a Jesus. Te deixo diante de Jesus Eucarístico. Te dou a minha mão. Te dou a minha amizade. Te dou o meu alimento. Te dou o pouco que tenho. Te dou o meu apoio. Te dou o que sou.”

4ª) CONTEMPLAÇÃO: O QUE FICOU DA PALAVRA NOS MEUS OLHOS, NO CORAÇÃO E NA VIDA?

(O Discípulo Ananias bem concentrado conduz a contemplação, se possível, a comunidade coloque-se de joelhos, ou fique sentado com os olhos fechados)

• Em silêncio: Usar a imaginação, visualizar a cena, olhar para Pedro, concentrar-se nele, ver suas atitudes, os seus sentimentos em relação ao paralítico, ver como se relaciona com ele, o que lhe diz. Conhecer Pedro interiormente e dialogar com ele.

• PEDRO, o que sentiste quando o paralítico te pediu ajuda?

• Pedro, o que sentiste quando fixaste no paralítico o olhar e lhe disseste, ouro e prata não tenho, mas o que tenho te dou. Em nome de Jesus Cristo, levanta-te e anda. E quando o seguraste pela mão e ele se levantou?

• E quando o povo se admirou deste milagre? E tiveste que gritar para o povo entender que não eras tu a fazer os milagres e sim Jesus por meio de ti e de João.

• Pedro, esse foi o primeiro milagre que fizeste na escritura. O que passou em teu coração?

5º) ACÇÃO – O QUE A PALAVRA DE DEUS TRANSFORMA EM MINHA VIDA? AGORA, O QUE VOU FAZER PARA QUE A PALAVRA PASSE DA CABEÇA AO CORAÇÃO? PARA QUE O CORAÇÃO SE FAÇA MÃOS E PÉS PARA AGIR?

• Assumir uma atitude para viver esta Palavra durante esta semana. O que vamos fazer de concreto?

Oração final, canto e bênção do envio

“AI DE MIM SE NÃO EVANGELIZAR” 1Cor. 9,16